14
mai
Picanha suína com legumes salteados e purê de abóbora com queijo

Picanha suína com legumes salteados e purê de abóbora com queijo

Eu e o Digo passamos o dia das mães longe das nossas, mas fizemos um almoço especial em casa, comidinha simples, mas bem gostosa pra um dia de chuva.

Você vai precisar de:

(Serve duas pessoas com fartura)

PARA A CARNE

- 1 peça de picanha suína bem limpa (600g)

- 1 col. (sopa) de sal

- 1 col. (café) cheia de alho picado bem pequeno

- 1 col. (chá) de pimentas cumari (opcional)

PARA OS LEGUMES SALTEADOS

- 1 abobrinha italiana pequena limpa e cortada em tiras

- 1 cenoura pequena limpa e cortada em tiras

- 1 chuchu pequeno limpo e cortado em tiras

- Sal e pimenta do reino a gosto

- 2 dentes de alho picadinhos

- 2 col. (sopa) de azeite extra virgem

PARA O PURÊ

- 1/2 abóbóra moranga pequena picada em cubinhos

- 150 ml de leite de coco

- 3 col. (sopa) de queijo parmesão ralado

- Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo

DA CARNE

Misture o sal, o alho, a pimenta e amasse tudo. Esfregue o tempero por toda a peça de carne e asse por cerca de  minutos embrulhada em papel alumínio (o lado brilhante para dentro) em forno médio (205ºC).

Depois, abra o papel alumínio e deixe assar por mais 15 minutos, aproximadamente, ou até que fique dourada.

DOS LEGUMES

Aqueça o azeite em uma frigideira. Adicione a cenoura primeiro, porque é mais dura e precisa cozinhar mais para ficar tenra.

Quando a cenoura estiver meio cozida, adicione a abobrinha e o chuchu. Misture o alho, o sal e a pimenta do reino.

Tampe a frigideira e deixe cozinhar até que os legumes fiquem macios. Mexa de vez em quando para não queimar as tiras que estiverem no fundo.

DO PURÊ

Cozinhe a abóbora no vapor. Quando estiver tenra, coloque em uma panela e amasse-a bem com um garfo. Ligue o fogo, adicione o leite de coco e misture até ficar homogêneo. Adicione o queijo ralado e misture mais, até que derreta. Sirva quente.

Bom apetite!

09
mar

Percebi que muitas pessoas querem saber sobre como temperar carne de porco. Então, aqui vão duas dicas que ficam maravilhosas e são receitas do meu amigo Daniel Gontijo, que é fera no preparo de carnes suínas e que também fabrica a espetacular cerveja medieval Smedgard (http://www.smedgard.com/). Foi com essa bebida de primeira qualidade que servimos as carnes.

E foram 3 peças! Duas pancetas (ou bacon) recheadas e um pernilzinho de porco assados lentamente em forno médio. Transcrevo, a seguir, as receitas do Daniel e sua inspiração:

“Para preparar os recheios me inspirei em receitas da Idade Média, do norte da Europa…
 
1ª RECEITA 

Barriguinha/bacon de porco 1 (defumada e com bastante carne): Porção generosa de carne, envolta com dill (endro) e pimenta do reino. Recheada com mais dill e mel. Não tem medidas, é intuitivo.

2ª RECEITA 

Barriguinha/bacon de porco 2 (defumada e com bastante carne): Porção generosa de carne, temperada com noz moscada e pimenta do reino a gosto. Foi recheada com folhas de alecrim fresco e juniper*. Não tem medidas, é intuitivo.

As barriguinhas defumadas, assim como qualquer outra carne de porco defumada, harmonizam bem com as cervejas estilo Rauch Bier.

Rauch, em alemão (lê-se Rráu:rh), significa ‘defumado’. São as cervejas que tiveram o malte de cevada seco ou defumado em fornos a lenha na alemanha.

3ª RECEITA

¼ de pernil inteiro (cerca de 1.6 Kg de carne): Envolto em tomilho fresco, alho e sal a gosto. Foi temperado com molho de suco de 1 limão, alecrim, pimenta do reino e folhas de louro. Não tem medidas, é intuitivo e ficou 1 dia no tempero para pegar bem o sabor das ervas.
 
O pernil vai pra assadera e é levado ao forno médio (cerca de 200ºC) por aproximadamente 3 horas. As peças de barriga são colocadas em um suporte dentro de outra assadeira para secar a gordura, ficar crocante e sequinha.”

Ficou tudo divino, como vocês podem ver pelas fotos. O pernil estava desmanchando!

Agora a explicação sobre o que é juniper:

* Em português, juniper é zimbro. São frutinhas de plantas coníferas do gênero Juniperus, da família do cipreste Cupressaceae. Dependendo do ponto de vista taxonômico, há entre 50-67 espécies de zimbro, amplamente distribuídas em todo o Hemisfério Norte, a partir do Ártico, ao sul tropical da África, no Velho Mundo, e para as montanhas da América Central. (Fonte: Wikipedia)

Se você não achar juiper para comprar (e é realmente muito difícil, eu mesma nunca vi vendendo por aqui no Brasil), não se desespere. Ele dá um sabor muito peculiar, mas não é essencial.


15
dez

Pelo menos uma vez na semana eu e o Digo fazemos alguma coisa em casa pra jogar conversa fora. Aí a gente faz uma comidinha daqui, uma bebidinha dali e é sempre muito bom.

Ontem, plena terça-feira, foi o dia escolhido desta semana, já que ele estará fora na quinta e na sexta-feira. Fizemos carne de porco com mandioca cozida, acompanhadas de cerveja Guinness bem gelada.

Você vai precisar de:

(Para 2 pessoas com fartura)

- 1 peça de filé mignon suíno (cerca de 600 g)

- Mandioca (fizemos mais ou menos uns 8 pedaços médios)

- Pimenta calabresa a gosto

- 2 col. rasas (chá) de ají

- 2 col. de café de sal

- 1 fio de azeite extra virgem

- 4 dentes de alho amassados

Preparo:

Misture o sal, o ají, o azeite e o alho. Faça uma pastinha. Limpe a carne e faça furos. Esfregue a pasta de tempero por toda a peça de filé. Asse a 200ºC por cerca de 1h30. A carne deve ficar rosa, mas bem cozida, sem ficar seca.

Enquanto a carne assa, cozinhe os pedaços de mandioca descascados em água fervente com 1 colher de chá de sal. Quando estiverem tenros, é hora de comer. Aí, é só regar com azeite e salpicar pimenta calabresa a gosto. Não é necessário colocar sal, porque a água do cozimento já é salgada e tempera bem a mandioca.

03
fev

Este prato é saborosíssimo e muito rápido, como a maioria das receitas que posto aqui. Eu, particularmente, adoro carne de porco e combinação com a redução de vinagre balsâmico foi perfeita. Os cogumelos só agregaram.

Você vai preisar de:

(para 2 pessoas)

- 2 bandejas de cogumelos frescos da sua preferência ou sortidos (não é muito, porque os cogumelos murcham ao serem cozidos)

- Ramos de alecrim

- 1 colher de manteiga

- 4 bistecas suínas médias

- Sal e pimenta do reino a gosto

- suco de 1 limão maduro

- 1 copo americano de vinagre balsâmico

Preparo:

Tempere as bistecas com sal, pimenta do reino e suco de limão. Frite-as em pouco óleo (prefira o azeite extra virgem) em uma figideira antiaderente.

Limpe os cogumelos, corte-os em lâminas de espessura grossa e cozinhe-os na manteiga com um punhado generoso de folhas de alecrim, sal e pimenta do reino a gosto. Use um pouco do suco do limão nos cogumelos, porque combina bem e dá acidez ao prato, se gostar.

Para a redução de vinagre balsâmico, basta deixá-lo ferver até que ele adquira uma consistência de calda caramelizada.

Sirva os ingredientes preparados juntos e bem quentinhos. Você  pode enfeitar o prato com a própria redução do balsâmico.

07
dez

Eu também gosto muito de carne de porco. Dessa vez fiz um lombo suíno para o almoço de domingo. Como não estava muito quente, a comida não pesou tanto.

Você vai precisar de (para 2-3 pessoas):

- 1 peça de lombo suíno de 1 kg

- 1 taça de vinho branco

- Ramos de alecrim a gosto

- 1 colher de sopa de sal

- 3 dentes de alho grandes

- Suco de 1 limão

- 2 colheres de sopa rasas de azeite extra virgem

Preparo:

Primeiramente, limpe bem a carne, retirando a gordura, as fibras e o que mais não prestar. Use um socador para amassar os dentes de alho junto com o sal. Adicione o suco de limão. Misture. Faça furos no lombo, despeje o tempero sobre a carne e esfregue-a.

Numa panela funda, coloque o azeite. Aumente o fogo e coloque a carne. Doure a peça por todos os lados. Quando o lombo estiver corado, adicione o vinho branco sobre ele e coloque água quente até a metade, sem cobrir a carne. Adicione os ramos de alecrim. Deixe a panela parcialmente tampada. Quando o líquido reduzir quase completamente, o lombo estará pronto.

Servi com farofa e salada de batata com alface americana. Fica ótimo também com arroz, tutu de feijão e couve refogada.

Bom apetite!

Fale Comigo!

Para assuntos relacionados, me mande um email: flamassara@gmail.com